Noivinhas de Luxo

Seguro residencial: ter ou não ter?

ir para o blog


Após passar por um dos dias mais felizes de sua vida (o dia do casamento), no retorno da lua de mel você irá passar por alguns dias corridos com a mudança. Muitos casais mudam de residência após casarem e é mesmo um pouco cansativo. Sofá, televisão, geladeira, estante, cama… tudo deverá ir para o seu devido lugar.

Após suar muito e arrumar tudo do jeito que você sempre sonhou, surge uma dúvida: seguro residencial, ter ou não ter? É uma decisão difícil, que deve ser bem pensada pelo casal, já que esse serviço irá utilizar parte do orçamento da família.

Porém, o seguro residencial pode ser muito útil, e pode cobrir:

– Prejuízos originados por incêndio, queda de raio e explosão
Esta é a cobertura básica de um seguro residencial, ou seja, todos eles são obrigados a cobrir. O seguro garante a estrutura do imóvel e o conteúdo da sua casa quando atingidos tanto por incêndio provocado internamente (como curto-circuito) quanto por causas externas.

– Roubo e furto
Essa cobertura adicional irá assegurar todos os bens materiais que estão dentro da residência em caso de roubo (subtração de bens mediante violência) e furto (subtração de bens na ausência do dono, praticado com o arrombamento de portas, janelas ou outros sinais de invasão).

– Queda de aeronaves e impacto de veículos
Essa cobertura é muito procurada, já que quando acontecem acidentes desse porte os estragos são grandes. Se você morar em uma rua com grande movimento de automóveis, ela é bem indicada.

– Alagamentos e inundações
Com esse adicional no seu seguro, você estará protegido caso tenha perdas e danos materiais por conta de enchentes, inundações, aguaceiro e chuva. É indicado principalmente para quem terá como novo lar uma casa em regiões que costumam ter problemas de alagamento, fenômeno comum no Brasil.

– Responsabilidade civil familiar
Sim, existe uma opção no seguro residencial que irá cobrir indenizações que possam ser cobradas judicialmente por outras pessoas que tenham sido prejudicadas involuntariamente por você, por quem mora na sua casa ou até pelos seus animais de estimação! Já pensou se o seu cachorrinho morder a vizinha e ela resolver te processar por isso? Você receberá o valor gasto com
custas judiciais e honorários de advogados, além do valor que deverá ser pago para a vizinha.

Existem diversas coberturas extras de seguro residencial, que você deverá contratar de acordo com o seu perfil, o local de moradia e as características do local onde irá morar. Por via das dúvidas, faça uma cotação do seguro residencial e avalie a proposta de ter um seguro para o novo lar dos pombinhos, pode evitar grandes dores de cabeça!

ir para o blog
love 0 pessoas amaram

Amou?! Deixe um recadinho!

     

Envie este post por email

X