Noivinhas de Luxo

Casamento DIY | Jéssica ♥ Angelo

ir para o blog


Depois do início do namoro a Jéssica sabia que o Angelo não tinha aparecido na vida dela por acaso. Com menos de 1 ano veio o pedido de casamento bem surpreendente e romântico: em um voo de balão às 6 horas da manhã o Angelo pediu a Jéssica em casamento! A partir dali começou a maratona dos preparativos…

A Jéssica sempre foi muito decidida, isso facilitou na escolha de alguns itens do grande dia. Definiu o estilo do casamento, sem se importar com modismos ou tendências. Isso é muito importante! Os noivos devem seguir seu próprio estilo, pensar no que mais gostam e no que mais combina com a personalidade do casal. A tendência é sempre os noivos em primeiro lugar!

Quem viu o ensaio pré-wedding deles que dividimos aqui no blog, vai entender que novamente eu não poderia deixar de postar todo o depoimento da Jéssica (inclusive os palavrões), porque só assim vocês poderão entender que realmente esse casamento tinha a cara deles! Gente, o depoimento é grande, mas eu adoro quando as noivas se empolgam e contam tudo para nós, assim outras noivas se inspiram também nas ideias, nos perrengues que cada uma passa, na satisfação de ver tudo que planejou dando certo, nas dicas, enfim… Eu me diverti muito lendo como foi a escolha de cada detalhe desse casamento e acho que vocês também irão…

“A partir do pedido de casamento minha cabeça foi a mil: como eu iria organizar um casamento?! (quem me conhece entende bem essa frase) Não sabia nem por onde começar… No trabalho tinham 3 amigas que iriam casar logo e uma delas me indicou o app “casamento.com” para procurar fornecedores e organizar o casamento com tarefas pré definidas pelo app. Mano, tinha umas 46899543 tarefas e eu logo desisti… Mas a procura dos fornecedores no app ainda valia a pena pra quem odeia procurar em mil lugares diferentes e testar coisas… Então o 1º passo que defini foi achar o lugar ideal e nele teria que ter mesas e cadeiras de madeira, rústico e que fosse perto de São Paulo e não muito longe de Santos. Comecei a saga… Quando tinha as mesas não tinha as cadeiras, quando tudo era lindo era um absurdo, acho que eu vi uns 40 lugares no app… Pedi orçamento para uns 10 e decidi visitar um (rsrs). Fui visitar só por desencargo mesmo, porque eu amei o lugar logo quando vi as fotos! Já fechamos lugar e buffet no mesmo dia.”

As escolhas da noiva…

“Meu vestido já estava escolhido… Uma foto de um site de vestidos importados, uma indicação de um ateliê e pronto! Menos uma fase (rsrs). A estilista disse que nunca foi tão fácil escolher um vestido e fechar um contrato com alguém. Passamos para o sapato… ah o sapato!! .. nunca gostei de salto e não ia dar nenhum pouco certo EU, noiva, de salto. Ia dar merda com certeza! Então pensei: vou de sapatilha! A primeira crucificação: “como assim você vai casar de sapatilha? Tá louca? Tá indo passear no parque? É seu casamento menina!”. Aí pensei, bom, o jeito é eu ir de salto e depois trocar. Mas trocar pelo que? A primeira coisa que veio na minha cabeça: tênis !!! Hahaha. Comecei despretensiosamente a procurar um tênis nas cores da minha decoração e do meu buquê que eram roxo, azul, branco e verde (ah esqueci do buquê, ele já estava escolhido também há muito tempo) quando dei de cara com o tênis perfeito, literalmente perfeito mesmo, com aquela estampa de galáxia com todas as cores harmoniosamente pensadas pra mim: decidi na hora “VOU CASAR DE TÊNIS NESSA POHA E FODA-SE!” Cara essa foi a melhor decisão do meu casamento inteiro! Conselho: vá com um sapato confortável e principalmente que tenha a ver com você! Foi fantástico casar de tênis, as fotos ficaram únicas e tenho certeza que meus netos vão amar!”

“Uma outra decisão super difícil foi a cor dos vestidos das madrinhas! Eu tenho um sério problema com cor.. desde pequena sempre arrumei meus lápis de cores em degrade, então já imaginou .. e finalmente eu decidi a loucura de colocar cada madrinha com um tom de azul do mais escuro para o mais claro de cada lado do altar.. cara deu um trabalhão, mas valeu cada segundo de desespero quando uma madrinha mandava a foto de um vestido que não era bem da cor que eu tinha pedido! Ficou simplesmente fantástico! Lindo! Se tiver paciência faça!”

Detalhes DIY

Como lembrancinha os noivos escolheram o totem de fotos instantâneas para os convidados levarem para casa. Foi um sucesso! Também teve palha italiana como lembrancinha, uma graça e os convidados amaram!
“Outra coisa não convencional foi a não escolha do bem-casado com uma das lembrancinhas … eu particularmente não gosto de bem-casado, acho um bolo bem sem graça de gente velha, só falta ameixa (hahahah). Então eu tinha que escolher uma coisa diferente .. e no caso foram as palhas italianas da Flavia! Gente, eu fiz 400 palhas para 120 pessoas e só sobrou 10! Muitas pessoas me disseram depois que deveriam ter pego mais, que amaram! Por isso, não tenha medo de mudar e sair do tradicional!”

O que não faltou foi projetinhos DIY (faça você mesmo) nesse casamento. A Noiva colocou a mão na massa e fez muito detalhes do seu grande dia. Um deles foi o bolo e teve tudo a ver com a história deles. A Jéssica não se identificava com nenhum tipo de bolo depois de muitas pesquisas na internet, decidiu fazer uma torre de cupcakes em forma de nuvens com um balão no topo. Ficou lindo e tudo a ver com o pedido de casamento deles.
“O topo do bolo ficou por minha conta, comprei um vasinho de flores roxas na 25 de março, uma bexiga roxa, arames e fita de cetim, pronto! Assim como o topo, fiz muitas coisas manuais: porta-guardanapo, jogos americanos … ah! A decisão dos jogos americanos também foi complexa… lutei tanto pelas mesas de madeira e quando vi as toalhas do buffet até o chão escondendo tudo, pensei: Preciso de outra coisa. Comecei a procurar pra alugar, pra vender, mas não achava nada barato na cor que eu queria .. um floral azul com roxo.. então também decidi, vamos fazer! De volta a 25 e ao Brás e depois de entrar em umas 30 lojas, (esse pano deu uma canseira, não achava nada que me apaixonasse) e graças a Deus em uma segunda ida na 25, achei! Mas não tinha a metragem que precisava, puta frustração.. já estava super desanimada quando minha sogra passando de novo na mesma loja viu o tecido! Fui correndo e simplesmente comprei 16 metros! Gente, literalmente sou péssima em matemática! Mas também, fiz tudo com aquele pano, os jogos, a minha madrinha Débora costurou todos com muito amor e depois eu tive a brilhante ideia de engomar cada um! Queria morrer cada vez que passava um pano (rsrs), só pra constar eu estraguei 3 panos de prato de um ferro de passar com essa idiotice… mas o resultado ficou lindo e a beleza fica realmente nos detalhes, né?! Além dos porta-guardanapos e das caixinhas dos padrinhos! Ah as caixinhas! Ficaram tão lindas! Me descobri no artesanato pra por nelas, para as meninas eu escolhi um cordão de pedra com uma pedra escolhida especialmente pra cada uma delas, cada uma tinha uma cor diferente. Quis um presente que elas poderiam usar em qualquer ocasião e nada estampado “madrinha do ano” hahaha acho que elas gostaram! Pra complementar um mini alfajor. Para os meninos a clássica gravata, facilita muito para eles, pois eu determinei aluguel da roupa .. e pra complementar um charuto cubano trazido pela Irmã do Angelo que mora lá. Fez o maior sucesso! O convite também foi feito por nós, o meu padrinho Thiago é designer e trabalhou em toda a arte e economizamos um monte, além de ter ficado lindo, super moderno e com a nossa cara!”

O noivo

“A roupa do noivo eu deixei super a vontade pra ele escolher .. tinha mandado algumas opções para inspiração .. até porque com uma noiva doida como eu ele não poderia passar despercebido… e o azul royal ficou simplesmente perfeito!
“Já com relação a cerimônia tínhamos o seguinte cenário: eu sou espírita e Ângelo vinha de uma família Mórmon, ou seja, na igreja já sabíamos que não iríamos casar. Segundo ponto, queria casar no civil no dia da cerimônia (uma facada que tive que pagar para esse meu capricho). Quem seria o mestre de cerimônia? Hummmm, porque não uma das minha madrinhas?! Não queria um profissional, além do preço que influenciou na maioria das minhas decisões, mas principalmente por querer uma coisa mais pessoal e familiar. A Hérica foi a primeira pessoa que veio na minha cabeça e ela cumpriu esse papel divinamente bem! Foi lindo! Uma amiga de mais de 10 anos falando palavras lindas no meu casamento!”

Dica da noiva

“Outra contratação decisiva foi o fotógrafo! Gente não economizem no fotógrafo, de verdade, será a única lembrança que vocês terão depois! Escolha alguém que tenha a sua vibe, que curta o que você escolheu pro seu casamento… isso vai aparecer nas fotos com certeza. E cara, a equipe do Bruno Ferreira foi muito foda! Já começou pelo ensaio no beco do Batman que ficou perfeito, a nossa cara fora do convencional.. e as do casamento então, nem preciso nem dizer!!”
Dica super válida da noiva, afinal as fotos são as que ficam junto com a lembrança de um dia incrível preparado com muito amor!
Esse casamento foi demais, cheio de personalidade, com o jeitinho dos noivos! No final do post você pode conferir o vídeo feito pelas lentes no Bruno Ferreira. Ficou demais de lindo!!
 
Lindo né?! Aperte o play e curta mais um pouquinho desse casamento cheio de significado.
 

ir para o blog
love 10 pessoas amaram

Amou?! Deixe um recadinho!

Envie este post por email

X