Noivinhas de Luxo

5 dicas para não ser enganado com orçamentos para obras em casa

ir para o blog



Quem já passou por uma obra ou reforma sabe que, além de trabalhoso, esse momento também pode acabar sendo bastante pesado para o bolso. Não é incomum que orçamentos iniciais terminem muito mais caros, e que o valor que você calculou no início da obra seja muito maior ao final. E, se você está prestes a se casar e começar uma vida a dois, uma complicação extra é tudo o que a gente menos espera, não é verdade?

Mas como evitar que situações assim ocorram? Pensando nisso, reunimos cinco dicas importantes para que você não seja enganada e não acabe gastando mais do que pode na hora de fazer e executar aquele orçamento em sua construção. Descubra mais abaixo e aprenda a poupar seu dinheiro nesses momentos tão importantes.

Quais profissionais devo contratar?

Os profissionais que irão atuar em uma obra variam de acordo com a complexidade do projeto. Em caso de reformas simples, muitas vezes um mestre de obras ou pedreiro experiente pode dar conta do recado.

Para reformas elaboradas é importante consultar um arquiteto. Já obras mais complexas requerem engenheiro, arquiteto, mestre de obras, pedreiros e outros especialistas. Antes de tudo, verifique qual é o tipo de obra que você irá fazer e o quanto pode gastar. Depois, procure por profissionais recomendados e com experiência na área. Isso pode fazer a diferença entre uma obra tranquila ou estressante e um gasto maior ou menor.

Como saber a quantidade de material:

Além da mão de obra, os materiais de construção também podem ser cruciais na hora de economizar ou gastar em seu projeto. Por isso, calcule muito bem as áreas que serão trabalhadas na sua obra. Você pode consultar dicas para saber quantos blocos por metro quadrado serão necessários em sua parede, quantos ladrilhos você usará no piso ou quanto de cimento será necessário para a reforma de um cômodo.

Uma dica importante é colocar na conta os materiais extra para cobrir eventuais perdas por quebra durante o manuseio, ou devido à ação do tempo, por exemplo. Ou você pode separar uma verba para a compra de produtos de reposição. Ao colocar tudo no papel, saberá o quanto deve comprar e o quanto pode gastar com cada material necessário para a obra.

Aproveite para pesquisar promoções em lojas de material de construção e pedir descontos especiais.

Pexels

Por que é importante calcular os custos indiretos e ter uma reserva financeira?

É claro que, quando iniciamos uma obra, buscamos sempre evitar imprevistos e controlar os gastos. Ao planejar e calcular com antecedência e atenção, você já estará no caminho certo, mas infelizmente imprevistos acontecem e devemos estar preparadas. Por isso, é sempre bom ter uma reserva financeira destinada somente a essas situações.

Lembre-se também de calcular outras despesas indiretas que a obra pode acarretar, como os gastos com condomínio, eletricidade, água, alimentação dos profissionais e outros gastos que devem ser quitados enquanto a construção estiver em curso.

Como posso manter o orçamento e os prazos dentro do previsto?

Mais uma vez, uma boa organização pode fazer a diferença para que você não seja enganada e acabe perdendo dinheiro. Ao pesquisar e planejar cada detalhe com antecedência, você poderá acompanhar cada etapa da construção e verificar que os objetivos estão sendo alcançados e o orçamento está sendo cumprido.

Uma forma é usar um diário de obras para registrar informações importantes sobre cada dia de atividade na sua obra ou reforma. Além disso, é essencial que mantenha acordos claros com os profissionais envolvidos no projeto. Desta forma, você terá mais controle e eficiência, reduzindo gastos inesperados.

Por que preciso calcular encargos, custos de terceiros?

Como falamos antes, mesmo a obra mais bem planejada e cumprida à risca pode ter seus imprevistos. Por isso, outro cálculo que deve ser levado em conta na hora de preparar seu orçamento são os encargos, como impostos, tributos trabalhistas e outros gastos semelhantes.

Lembre-se também de pesquisar e anotar o custo médio de serviço de terceiros, como responsáveis por acabamento e instaladores que farão serviços específicos em sua obra.

Pronta para colocar as mãos à obra e realizar sua construção ou reforma cumprindo um orçamento justo e planejado? Siga essas sugestões e consulte profissionais de confiança para evitar surpresas na hora de pagar a conta.

ir para o blog
love 3 pessoas amaram

Amou?! Deixe um recadinho!

     

Envie este post por email

X