Noivinhas de Luxo

10 conselhos de ouro ao planejar as bebidas da festa de casamento

ir para o blog

Não é surpresa que organizar um casamento é algo que demanda tempo, cuidado e atenção. Desde as grandes escolhas até os pequenos detalhes, tudo irá colaborar para o resultado final esperado e também impactará no orçamento. E uma das maiores preocupações são os comes e bebes, afinal, o que é uma festa sem comidinhas ou drinks para se divertir e comemorar junto com os entes queridos?Por isso, trazemos aqui dez dicas de como fazer o planejamento das bebidas de forma prática, sem estourar o orçamento e ainda fazer bonito.

Muitas escolhas

No geral, há um consenso sobre as bebidas que não podem faltar em uma festa de casamento. Além das não alcoólicas como água, refrigerantes e, às vezes, sucos e energéticos, geralmente a cerveja está sempre presente, champagne e/ou vinhos, um destilado (frequentemente whisky), batidas simples ou até estações com bartenders que oferecem uma variedade de drinks e coquetéis.

Além dos valores, o local da celebração e o horário deverão ser levados em conta no momento da decisão. Isso pois, bebidas mais pesadas como vinho tinto não combinam muito com um casamento durante o dia na praia, neste caso um vinho branco ou coquetéis de frutas são mais indicados.

Estabeleça o perfil da festa

Antes de fazer as contas da quantidade necessária, é preciso levar em consideração o estilo da festa para definir quais as bebidas mais adequadas e convenientes para a ocasião. Por exemplo, se ela for mais intimista, como um jantar para poucos amigos e familiares próximos, o ideal é adotar um tipo só de bebida, como o vinho, variando apenas seu tipo (branco, tinto, rosé, harmonizando com a comida se possível).

Já para festas maiores, é interessante ter mais opções, pelo menos 2 ou 3 tipos de bebidas alcoólicas, pois as preferências aumentam com o número de convidados. Além de adequar suas escolhas com o período do dia e local, é preciso também considerar a estação. Se estiver muito frio, os destilados e vinhos encorpados são uma boa pedida, já para o calor uma cervejinha gelada é o suficiente.

Definição da quantidade

Tão importante quanto selecionar os tipos de bebidas é definir as quantidades que deverão ser providenciadas, para que não falte nada e nem acabe tendo prejuízos por conta de um exagero. Para fazer os cálculos tenha em mãos a quantidade exata de convidados e considere o perfil deles: são bons de copo, ou apenas costumam mais bebericar em eventos sociais? Ou não bebem (por exemplo alguma parte da família evangélica, grávidas e crianças).

A grosso modo costuma-se usar as seguintes aproximações para se medir a quantidade de bebida por convidado:

  • Meia garrafa de espumante ou champagne
  • ¾ de uma garrafa de vinho branco
  • ¾ de uma garrafa de vinho tinto
  • 3 a 5 latinhas de cerveja
  • 1 a 1,5 lata de energético
  • 1 litro de suco natural ou refrigerante
  • 1 litro de água
  • Destilados: 1 garrafa a cada 10 convidados

Claro que essas quantidades variam de acordo com a pessoa – isso é só uma média. Na dúvida, opte por mais, para não correr o risco de ter bebida a menos.

Pixabay

Considere consignação

Para evitar surpresas desagradáveis, muitos casais optam por contratar um serviço de consignação, que fornece uma quantidade acordada previamente de bebidas, com a opção de devolver as que não forem consumidas.

Isso é uma boa pedida para quem está na dúvida e não quer correr riscos, além de evitar desperdícios. Só se atente ao combinado e normas da empresa para evitar desentendimentos ou taxas inesperadas.

Montando um bar

Uma das atrações de algumas festas é uma ilha de open bar com bartenders preparando drinks e coquetéis especiais. Se tem interesse, pesquise bem as opções de serviços, comparando tudo o que oferecem e os preços. Muitas vezes certos coquetéis incluídos não são tão populares, quase ninguém vai tomar e só irão encarecer o pacote, então considere drinks mais tradicionais ou algum especialmente customizado para o casamento.

Escolha coquetéis com poucos ingredientes e destilados que possam ser aproveitados para diversos tipos. Para se inspirar, dê uma olhada no TheBar, um site de drinks e bebidas online, e tire algumas ideias bacanas para a sua festa.

Substituições inteligentes

Se for servir champagne apenas no brinde ou recepção, às vezes até dá para investir em um bom ou mais refinado, entretanto se estiver com baixo orçamento ou tiver optado por servi-lo durante a festa é interessante pensar em outras alternativas.

Tão bons quanto, as cavas espanholas, os proseccos italianos e vários outros espumantes também agradam e você ainda economiza! Só busque sempre produtos de qualidade, o que não é sinônimo de altos preços. Aproveite se algum amigo for para o exterior e passar por algum duty free shop no aeroporto, pois vendem bebidas em pacotes com mais descontos ainda!

Trocando até os copos

Hoje em dia está na moda e é legal usar copos diferentes ao invés das tradicionais taças. Vale desde jarras até xícaras, que proporcionam um visual diferente e um toque especial à festa! Para economizar, você ainda pode investir em opções descartáveis ao invés das de vidro (esqueça as taças de cristal), existem diversos modelos bonitos, com cores e motivos variados para escolher, e que não irão fazer uma bagunça nem machucar ninguém caso algum acidente aconteça (algo bem provável).

Pxhere
Reprodução

Não se esqueça dos não alcoólicos

Os que não estão podendo com o álcool, ou que geralmente não costumam beber, não precisam ser deixados apenas com a opção de água e refrigerante. Aposte em coquetéis não alcoólicos – isso é fácil se contratou o bar, senão, batidas básicas de frutas, leite condensado e suco agradam, são fáceis de fazer e bem em conta, além de consistirem em um mimo à parte para esses convidados e crianças.

Cuidados no armazenamento

Se você é uma noiva precavida e já gosta de adquirir tudo com antecedência, deve se atentar para o correto armazenamento das bebidas, para evitar que estraguem, arruinando o grande dia ou dando prejuízos e dores de cabeça depois. Apesar de não parecer terem problemas com validade, os vinhos devem ser guardados longe da luz e do calor para não perder suas características de sabor.

Já os destilados não são tão sensíveis, mas sempre os mantenha lacrados devidamente. No dia da festa, coloque para gelar apenas o que for beber, isso pois se forem resfriados, as cervejas e energéticos acabam perdendo o gás e a pressão da embalagem, e, portanto, não serão recebidos de volta pela distribuidora se os pegou por consignação. Se atente também para não danificar os rótulos e embalagens, pois produtos em mal estado de conservação dificilmente serão aceitos novamente.

Atenção aos detalhes

Claro que sabemos que eles são muitos em uma cerimônia desta magnitude, mas se tiver um tempinho –e dinheirinho sobrando – aposte em alguns toques finais como canudos divertidos, enfeites de copos, cubos de gelo com flores ou ervas dentro, tudo combinando com sua decoração.

Também não deixe de experimentar os vinhos com os pratos que serão servidos, não apenas para tentar harmonizá-los, mas porque alguns tipos combinados com certos alimentos deixam um certo amargor na boca. Por isso invista nos simples, opções com acidez equilibrada, frescos e com aroma de frutas.

O mais importante de tudo é pesquisar muito! Pegue opiniões de outros casais e cerimonialistas, veja resenhas na internet, inspire-se consultando sites de receitas de drinks e bebidas como o TheBar… Pode até ser um pouco é trabalhoso, mas vai valer muito a pena para que tudo saia perfeito no seu grande dia!

Foto Capa: Vero e Bruno Fotografia.

 

ir para o blog
love 9 pessoas amaram

Amou?! Deixe um recadinho!

Envie este post por email

X